Sociedade civil vigilante

vs.gifOs EUA podem ser criticáveis em muitos aspectos, mas há que reconhecer e elogiar a vivacidade e imaginação da sua sociedade civil, a verdadeira força motriz de uma democracia viva.

Exemplos não faltam na Terra da Abundância, mas quero destacar este em particular, o do Project Vote Smart, ou numa tradução aproximada em português, «Projecto Voto Inteligente».

O Project Vote Smart é uma ONG americana que se dedica a prestar serviços gratuitos de escrutínio e de informação sobre o desempenho dos governos estaduais e federais, bem como do sistema de tribunais.

Para garantir a imparcialidade do trabalho efectuado, a Comissão de Honra da ONG é constituída em partes iguais por políticos de esquerda e de direita, com a seguinte particularidade: o político de esquerda tem de convidar um de direita e vice-versa.

Um dos produtos realizados anualmente por esta ONG é o Manual do Eleitor Inteligente, que contém por Senador e Representante do Congresso americano, as seguintes informações:

  • O sentido de voto nas leis-chave do ano da legislatura em análise
  • A quantia financeira recebida para a campanha e quem a deu

Além disso, é enviado um inquérito a todos os senadores e representantes do inquérito, com a finalidade de avaliar as suas inclinações políticas face às leis-chave votadas nesse ano da legislatura. Assim, o eleitor tem a oportunidade de comparar a resposta ao inquérito com o sentido de voto do político, bem como a outra informação adjacente no seu perfil e respectivo scorecard de desempenho.

O trabalho do Project Vote Smart é tão credível, que recorrentemente as grandes cadeias de informação recorrem aos seus dados para efectuar análise política.

Isto é que é uma lição de democracia viva e activa!

Anúncios